Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

versejos livres

versejos livres

17
Mai12

dizia a estrela

Lino Costa

plim plim plim

dizia a lágrima no céu

caída dela

 

plim

quando ia na valsa

vinda do vento brando

 

plim plim

em jeito de serenata

e dançava a estrela

 

plim…

outro repique

trazia o céu

da mais vagante

da cadente

 

plim plim plim

fazia cintilante

disto saudade

 

plim

disto desgosto

disto dizer

 

plim plim plim

disto voz

para silêncio dos meus olhos

17
Mai12

existêncial poema

Lino Costa

poema completo

de vida de repisa de sentimentos

que escolho para escrever

e de tantos que ficam por dizer

como um amor

existência de tudo o que sou

como o rio que se dá

aos jeitos da margem

 

poema inteiro

cifra de mente

de uma liberdade desconexa

de rimas forçadas

poema que tantas vezes

não ouso escrever

por não ter ousada ousadia

minha linha de mão cheia de vida

 

que hoje te tive saudade

na amarra de te imaginar

poema denso

leve como água

que te preenches de conduto meu

em toda a tinta

que te faz ser

tão simplesmente em mim

10
Mai12

vês!

Lino Costa

chamam-me os teus olhos

castanhos enormes de menino

porque sempre me tens teu norte

nascente expoente máximo e sorte

 

magnas estrelas

pronúncios de constância

poema azul, brando anil

matiz tão minha

 

de um jusante nascido

o enaltecido, reguila de retoiças

que nunca bastam, Salvador, cem não

criador de sentimentos

 

em mim fundidos

a quem um beijo não chega

a quem muitos são poucos

como foram até hoje

10
Mai12

ainda nada

Lino Costa

maresca veio aquela brisa

contida de uma inveja,

tal, pecado seria,

uma trambolhada mensagem

na laranjeira perfumada

um cheiro de primavera

um sorriso infinito

quem melhor  traria?

05
Mai12

hoje

Lino Costa

ainda hoje te vi

tanto tempo no

meu tempo para ti

quase tanto como o restante

digo-te que muito

como uma loucura

que ainda não consegui dizer

e usei o teu nome

que não escrevo que não esqueço

ouvinte do vazio da noite

tão improvável que começa com a aurora

01
Mai12

um grande Homem

Lino Costa

uma das vertentes

do sucesso, é exercida

por grandes homens

a outra pela sorte

que protege, os outros, os audazes

 

ainda que vertido

esse rio, com margens quase perfeitas

corre como os cavalos pujantes

até ao primórdio da liberdade.

Os grandes Homens são livres

 

movem o poder dos oceanos

são pregão sábio aos peixes

e vezes ínfimas de silêncio

entre os silêncios de toda a vida

quando pede a emoção, porque estes também sentem

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D