Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

versejos livres

versejos livres

26
Jul17

carta ao mundo

Lino Costa

dá-se a esta luz escassa

e o mundo, tem a morte na sentença

o cão uiva em devassa

e faz mais escassos, ainda,

os cantos castos a que o homem não chega

e a mão esquece

 

o mundo caminha pra se esvanecer

e a luz dirige-se ao fim

a luz…, a luz,

a luz que tanto quero de mim

a luz, que fiz, a luz que diz...

o que serei? o que será?

 

e os dias vão

mais frios mais vazios

a semente tem cada vez menos de si

o vento só se cumpre em revolta

que fere os sentidos e dá saudade

da brisa que padece de extinta

e o mundo parte a nada

sem saber

se vida lhe promete outro destino

sem saber

que vozes vão chegar

que outros Bichos virão

quando este perece

como um triste dedilhar de piano

 

com que mão te faço novo?

Mundo,

que escavei pedra com pedra

que amo e amarei

e que herdas quem quero

num verde esperança do meu sonho

 

espera outro tanto

que a luz ainda se faz forte

e o homem se tem arrependido

fraco, cansado

Mundo assim, donde vim

ergue-te antes do fim



Lisboa, 26 de Julho de 2017

Lino Costa

In: Versejos Livres

21
Jul17

Rio grande

Lino Costa

lírio azul

o leito do sorriso imberbe

desmedido, sem medo

amor intenso imenso

bucólico selvagem por mondar

 

d’onde vens nostalgia?

apertada contida num sem tamanho

de margem a margem, fazes-me rio

cheio de coisas memórias glórias

catraio menino ainda por chegar

 

Lisboa, 21 de Julho de 2017

Lino Costa

In: Versejos Livres

 

04
Jul17

uma carta ao mar

Lino Costa

este desmedir, encegueira-me o amor

e é uma certeza que me rege enorme

a cada dia que existo dentro desta distância

 

na carta meridional turvas-te na neblina

e procuro-te numa deriva sem destino

porque a tua ausência me causa um pedaço de morte

de tristeza, solidão e me fere o apego

 

faltas-me para que tudo seja um sentido concreto

e os astros se alinhem na exactidão recta de galáxia

sempre te quero amar, ter-te astrolábio

pra que quando te esgueires mundo fora

te saiba para onde te vai a tua proa

 

 

Lisboa,4 de Julho de 2018

Lino Costa

In: Versejos Livres

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D